Operação da PF põe Banco Central sob pressão

A Operação Encilhamento, que investiga fraudes de R$ 1,3 bilhão na previdência de 28 prefeituras, deverá provocar sanções da Comissão se Valores Mobiliários – CVM e atuação do Banco Central em ao menos quatro instituições financeiras.

Segundo uma fonte do setor que prefere não se identificar, a operação evidenciou que o sistema financeiro está contaminado em larga escala pela corrução.

“O dinheiro não fluiu das prefeituras direto para o bolso dos criminosos. Ele passava por fundos de investimentos, e não houve qualquer sinal de alarme na Comissão de Valores Mobiliários, nem no Banco Central”, diz.

“Temos um problema sistêmico aqui”, garante.

 

Fonte: veja.abril.com.br